quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

QUE AVE É ESSA???





Quando passava pela Lagoa Rodrigo de Freitas, (Rio de Janeiro) flagrei esta espécie curiosa. Observe acima do bico uma estrutura vermelha, aparentando uma "crista"... Curioso também são o tamanho de suas pernas, semelhante às das galinhas, só que um pouco mais compridas. Quem souber o nome desta ave comente aqui no blog Bioflagrantes.

sábado, 24 de dezembro de 2011

MOTHER NATURE GOES TO HEAVEN - A MÃE NATUREZA VAI PARA O CÉU


O GRUPO MUSICAL NORUEGUÊS "A-HA" FALA DIRETAMENTE NESTE VÍDEO E NA TRADUÇÃO DA LETRA DA MÚSICA QUE ESTÁ DESCRITA LOGO ABAIXO,  DE UMA NATUREZA QUE VAI PARA O CÉU, FAZENDO UMA APOLOGIA AOS DESMAZELOS QUE O HOMEM CAUSA AO MEIO AMBIENTE. 

ERRADO
VOCÊ NUNCA ENTENDEU ERRADO
VOCÊ SEMPRE ENTENDEU CERTO
MAS AGORA JÁ PASSOU ALGUM TEMPO
VOCÊ ESTÁ SEMPRE UM TÃO POUCO FORA
COISAS QUE VOCÊ PODERIA FAZER DORMINDO
NUM PASSADO NÃO MUITO DISTANTE
ESTÃO A TENTAR SUA PACIÊNCIA
COM MAIS VONTADE AGORA
E EMBORA

TUDO SE MOVA JUNTO
VOCÊ ESPERA QUE O BOATO ESTEJA ERRADO
QUE A "MÃE NATUREZA"
VÁ PARA O CÉU

CERTO
VOCÊ NUNCA ENTENDEU CERTO
SEMPRE LHE ESCAPOU
QUANDO VOCÊ TINHA ACERTADO
ESTAVA SEMPRE ASSIM UM POUCO FORA
ENVIANDO-LHE A OUTRO LUGAR
NÃO ONDE VOCÊ TINHA QUE ESTAR
FAZÊ-LO DE VOLTA É MUITO
MAS DIFÍCIL AGORA

E EMBORA 
VOCÊ ESTEJA LUTANDO PARA VOLTAR À LINHA
PERDE  UM POUCO A GRAÇA COM O FATO
QUE A "MÃE NATUREZA" VAI PARA O CÉU

E NÃO HAVERÁ DIA MAIS TRISTE
QUANDO TODAS AS AVES
TIVEREM VOADO PARA LONGE

ESTOU TENTANDO SUA PACIÊNCIA COM MAIS VONTADE AGORA

E EMBORA
TUDO SE MOVA JUNTO
VOCÊ ESPERA QUE O BOATO ESTEJA ERRADO
QUE A "MÃE NATUREZA" VAI PARA O CÉU
A "MÃE NATUREZA" 
VAI PARA O CÉU.

sábado, 10 de dezembro de 2011

AVES DO FILME RIO

Observe as aves do Brasil do filme Rio e compare-as aos seus respectivos personagens...

 BLUE
ARARINHA AZUL


 JADE

RAFAEL


TUCANUÇU


PEDRO E NICO


CARDEAL


CANÁRIO DA TERRA


NIGEL


CACATUA DE CRISTA AMARELA







quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

domingo, 4 de dezembro de 2011

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

BIOLOGIA NA IGREJA


A CNBB  divulga tema da Campanha da Fraternidade 2011*


Tema: "FRATERNIDADE E A VIDA NO PLANETA"

Lema: "A CRIAÇÃO GEME COMO EM DORES DE PARTO"


A Campanha da Fraternidade de 2011, reflete a questão ecológica, com foco, sobretudo, no problema das mudanças climáticas. Ela se coloca em sintonia com uma cultura que está se expandindo cada vez mais, em todo o mundo, de respeito pelo meio ambiente e do lugar em que Deus nos coloca, não só para vivermos e convivermos, mas também para fazer deste o paraíso com o qual tanto sonhamos, disse Dom Dimas.
O objetivo da campanha é contribuir para a concientização das comunidades cristãs e pessoas de boa vontade sobre a gravidade do aquecimento global, e das mudanças climáticas, e motiva-las a participarem dos debates e ações que visam enfrentar o problema, e preservar as condições de vida no planeta, palavras ditas pelo Secretário Executivo da Campanha da Fraternidade, Padre Luiz Carlos Dias.
No contexto acima vê-se com notoriedade que a Igreja Católica Apostólica Romana apóia a causa da defesa da Natureza.
O momento é de alerta, e agrega fiéis nas causas de preservação e sustentabilidade global.
O próprio tema da campanha é providencial relacionando às causas bioecológicas.

QUATI


Olha como esse bichinho é curioso. Ele vinha em minha direção aí flagrei essa foto.
Mamífero aparentado do GUAXINIM, possuindo entretanto nariz mais comprido, e um corpo mais alongado, com patas que lembra remotamente a dos ursos, muito úteis para escaladas em árvores. 
A coloração em geral é cinzento-amarelada, todavia muito variável, havendo indivíduos quase pretos e outros bastante avermelhados como mostra o da foto acima, focinho e pés pretos, cauda com 55cm com 7 a 8 anéis pretos. Mede de corpo 70 cm, vive em bandos de 8 a 10, é praticamente onívoro e se adapta bem ao cativeiro. São animais diurnos.
Quatis vermelhos vivem em grandes bandos formado de fêmeas e machos jovens. Com mais de dois anos os machos já vivem sozinhos, juntando-se ao bando somente na época do acasalamento, que acontece no fim da primavera. 
Dez ou onze semanas após, a fêmea produz de 2 a 6 filhotes, permanecendo por mais de um mês em um ninho oco de uma árvore. Os quatis se alimentam de minhocas, insetos e frutas, apreciando também ovos, legumes e especialmente lagartos.